Universidade de Brasília - Faculdade de Medicina
Área de Clínica Médica
Cardiologia - Laboratório Cardiovascular

 

CLASSIFICAÇÃO DAS ARRITMIAS
Segundo o Mecanismo Eletrofisiológico Implicado


Distúrbios da formação do estímulo elétrico cardíaco
(Distúrbios do Automatismo, ou Cronotrópicos)

Distúrbios da condução do estímulo elétrico pelo coração:
átrios, junção átrioventricular e ventrículos

(Distúrbios da Condutibilidade, ou Dromotrópicos)

Distúrbios da excitabilidade do coração: tecido excito-condutor, miocárdio atrial e miocárdio ventricular
(Distúrbios Batmotrópicos)

Distúrbios eletrofisiológicos mistos


ECG Normal - Exemplo


DISTÚRBIOS DO
AUTOMATISMO SINUSAL

 

1) Variabilidade do Automatismo

Arritmia sinusal ou respiratória fisiológica

Síndrome de bradicardia e taquicardia alternadas (síndrome bradi-taqui)

 

2) Aumento do Automatismo

Taquicardia sinusal habitual - Exemplo

Taquicardia sinusal inapropriada

Taquicardia sinusal paroxística

 

3) Depressão do Automatismo

Bradicardia sinusal - Exemplo

 

4) Supressão do Automatismo

a) exclusivamente temporária

Parada sinusal

b) temporária ou permanente

Marca-passo mutável ou migratório

Ritmo juncional: superior, médio ou inferior

Ritmo do seio coronário

Ritmo do átrio esquerdo

 


 

DISTÚRBIOS DA CONDUTIBILIDADE

 

1) Depressão da Condução Atrial

Bloqueio sino-atrial

 

2) Depressão da Condução Átrioventricular (Bloqueios Átrioventriculares)

Bloqueio AV de 1º grau - Exemplo

Bloqueio AV de 2º grau

- Tipo Wenckebach

- Tipo Mobitz - Exemplo

Bloqueio AV de 3º grau (completo ou total) - Exemplo

Dissociação AV isorritmica

 

3) Depressão da Condução Ventricular (Bloqueios Fasciculares, ou Bloqueios de Ramos)

Bloqueio inespecífico da condução ventricular

Bloqueios do ramo direito e suas divisões

- Bloqueio Completo do Ramo Principal Direito

- Bloqueio Incompleto do Ramo Principal Direito

- Bloqueios Divisionais

- Bloqueio divisional ântero-superior direito

- Bloqueio medial direito

- Bloqueio divisional póstero-inferior direito

Bloqueios do ramo esquerdo e suas divisões

- Bloqueio Completo do Ramo Principal Esquerdo

- Bloqueio Incompleto do Ramo Principal Esquerdo

- Bloqueios Divisionais

- Hemibloqueio ântero-superior esquerdo - Exemplo

- Hemibloqueio medial esquerdo

- Hemibloqueio póstero-inferior esquerdo

Bloqueios Combinados de ramos e divisões

 

4) Condução Átrioventricular Anômala, por Via Alternativa

Síndromes de pré-excitação

- Síndrome de Lown-Ganong-Levine - Exemplo

- Síndrome de Wolff-Parkinson-White - Exemplo

 


 

DISTÚRBIOS DA EXCITABILIDADE

 

1) Aumento da Excitabilidade Sinusal ou Peri-Sinusal

a) Fortuito (de Um Único Foco)

Extrassístole Sinusal Isolada

Extrassístole Sinusal Geminada

Extrassístole Sinusal em Salva

b) Duradouro Paroxístico, Não-Sustentado ou Sustentado

Taquicardia Sinusal Re-Entrante

 

2) Aumento da Excitabilidade Atrial

a) Fortuito (de Um Foco ou de Múltiplos Focos)

Extrassístole Atrial Isolada - Exemplo

Extrassístole Atrial Geminada - Exemplo

Exxtrassístole Atrial em Salva

b) Duradouro Paroxístico, Não-Sustentado ou Sustentado

Taquicardia Paroxística Atrial

- com condução normal

- com condução aberrante

Flutter, Fibrilo-Flutter e Fibrilação Atriais

c) Permanente

Flutter, Fibrilo-Flutter e Fibrilação Atriais - Exemplo 1 , Exemplo 2

 

3) Aumento da Excitabilidade Juncional (Regiões Superior, Média ou Inferior)

a) Fortuito (de Um Único Foco)

Extrassístole Juncional Isolada

Extrassístole Juncional Geminada

Extrassístole Juncional em Salva

b) Duradouro Paroxístico, Não-Sustentado ou Sustentado

Taquicardia Paroxística Juncional

 

4) Aumento da Excitabilidade Ventricular

a) Fortuito (de Um Foco ou de Múltiplos Focos)

Extrassístole Ventricular Isolada

Extrassístole Ventricular Geminada - Exemplo

Extrassístole Ventricular em Salva

b) Duradouro Paroxístico, Não-Sustentado ou Sustentado

Taquicardia Paroxística Ventricular

- com QRS estreito

- com QRS alargado - Exemplo

- tipo "Torsade de Points" - Exemplo

Flutter Ventricular

Fibrilação Ventricular

 


Prof. Dr. Luiz F. Junqueira Jr.
1998, 2005